Nossos Resultados Falam Por Si

Toda situação é diferente. De alunos que buscam realizar sua graduação em universidades dos Estados Unidos ou do Canadá, a jovens advogados que desejam entrar nos melhores programas de LLM, e CEOs que estão de olho em uma pós-graduação em Oxford. O ponto em comum entre todas essas situações é a necessidade de uma declaração pessoal convincente, em inglês perfeito, que comunique claramente porque o candidato seria uma boa adição ao programa escolhido. Esses são apenas alguns casos que ilustram os tipos de candidatos bem-sucedidos que nós já ajudamos.

Até agora, a nossa taxa de sucesso ultrapassa 95%!

Nós também podemos te ajudar!

Beatriz F. – São Paulo, Brasil

Situação

Beatriz é advogada e trabalhava em uma firma de direito corporativo na cidade de São Paulo há vários anos. Ela desejava ingressar em um programa de LLM no nordeste dos Estados Unidos. Seu objetivo era trabalhar por lá durante alguns anos, adquirir experiência, juntar dinheiro e estabelecer conexões internacionais antes de voltar para o Brasil.

Beatriz chegou até nós com sua aplicação e seus materiais de apoio organizados e relativamente bem escritos, mas a narrativa que ela tinha construído era complicada. Beatriz havia se concentrado nos principais marcos de sua carreira, suas conquistas acadêmicas e notas, em oposição a elementos mais pessoais. Sua experiência ensinando crianças pobres no interior do Brasil pela internet (aulas online) era quase uma nota de rodapé no fim da sua Declaração Pessoal.

Como nós tivemos sucesso

Ao conversar com Beatriz, descobrimos mais elementos de sua vida – 3 meses trabalhando como voluntária em um vilarejo pobre no nordeste do Brasil, por exemplo. Pudemos utilizar esses pontos para posicioná-la como uma pessoa altruísta e atenciosa, com aspirações de melhorar a vida de seus compatriotas. Essas eram características que Beatriz reconhecia em si mesma, mas que não havia valorizado até então.

Resultados

Deslocar o foco da narrativa de Beatriz do individual para o coletivo a colocou dentro de Yale, o que essencialmente mudou sua vida. Após completar o seu LLM em Yale, Beatriz começou a trabalhar com fusões e aquisições em uma das melhores firmas de advocacia de Boston, onde pretende continuar até voltar para São Paulo em aproximadamente 5 anos.

Felipe P. – São Paulo, Brasil

Situação

Felipe era um CEO de sucesso em São Paulo e queria entrar em um programa de pós-graduação no Reino Unido com foco na intersecção da filantropia com negócios. Felipe, em última análise, queria ajudar pequenos municípios brasileiros a qualificar os administradores de desenvolvimento de negócios e empresários locais a fim de gerar riqueza e reforçar as capacidades de bem-estar social.

Os documentos de Felipe estavam uma bagunça. Sua redação em inglês era muito pior do que o seu Inglês falado e sua narrativa era incoerente. Apesar de sua motivação para ajudar as cidades pequenas brasileiras, sua declaração pessoal (personal statement) estava centrada em estratégias para materializar seu projeto e não na filosofia por trás dele. Havia muita coisa sobre a carreira de Felipe, mas praticamente nenhuma menção às outras partes interessadas na iniciativa, como empresários em situações difíceis.

Como obtivemos sucesso

Conversando com Felipe, conseguimos reunir as motivações por trás de seu plano ambicioso. Trouxemos estas à tona em sua declaração pessoal e rapidamente resumimos sua experiência de trabalho. Em seguida, nos dedicamos especificamente aos resultados que ele esperava alcançar.

Resultado

Felipe entrou no programa de Oxford que havia almejado. Curiosamente, nossa proposta funcionou como um ponto de partida para suas reflexões. Ele acabou desenvolvendo um segundo projeto, desta vez focado no contexto da América Latina e pensado para ajudar a montar cooperativas a fim de melhorar as qualificações de trabalhadores.

Quando Felipe percebeu que seus colegas em Oxford estavam focados em problemas globais, isto realmente abriu seus olhos, ampliou sua mente e o ajudou a estabelecer contatos importantes. Agora ele está de volta ao Brasil executando seu plano.

Claudia M. – Monterrey, México

Situação

Claudia era um estudante de graduação na Technologico de Monterrey, terminando uma licenciatura em Engenharia Biotecnológica. Ela queria aplicar para programas específicos de mestrado em biotecnologia em Washington e Rhode Island, nos Estados Unidos, e em Quebec, no Canadá.

Quando tivemos nosso primeiro contato, Claudia não sabia muito sobre o processo de candidatura, mas era obviamente brilhante e sabia exatamente o que queria fazer. Nós concordamos em trabalhar com ela e treiná-la na redação dos materiais necessários, que ela desenvolveu ao longo de vários meses.

A declaração pessoal de Claudia era coesa e centrada em um desejo de trazer prosperidade para as regiões áridas do México com uma nova tecnologia de matriz solar. No entanto, seu inglês era bastante rudimentar e havia um trabalho considerável a ser feito com seus outros materiais.

Como alcançamos o sucesso

Ajudamos Claudia a costurar sua história coesamente, aperfeiçoar seu inglês e colocá-la na rota do sucesso acadêmico em uma idade jovem. Enfatizamos seu foco impressionante em seu objetivo final: ajudar a criar riqueza e gerar empregos na zona rural do México.

Resultado

Claudia foi aceita em duas das três instituições às quais aplicou e está concluindo seu mestrado em sua primeira escolha, a Brown University.

Alexandre S. – Belo Horizonte, Brasil

Situação

Alexandre trabalhava como advogado corporativo em Belo Horizonte. Ele queria entrar em um programa LLM de ponta e trabalhar no exterior, na área de direito empresarial, por alguns anos.

Quando Alexandre entrou em contato conosco, seus documentos e textos estavam pouco elaborados. Algumas partes estavam em inglês e outras em português. Previsivelmente, a narrativa que ele tinha construído era muito autocentrada. Em resumo, ele havia escrito que queria sair do Brasil e se tornar uma estrela internacional.

Como obtivemos sucesso

Conversando com Alexandre descobrimos que ele tinha ambições que não eram apenas pessoais e já havia dado alguns passos no sentido de realizá-las. Um deles foi trabalhar em uma agência reguladora do governo a fim de contribuir para a transformação do Brasil em um player internacional mais relevante, já que o país é visto como muito insular.

Notamos também que Alexandre não reconhecia a importância de ter trabalhado em um órgão de regulação do governo. Já ter atuado como advogado para o governo, bem como para setor privado aos 20 e poucos anos é uma trajetória invejável para advogados em todo o mundo.
Posicionamos Alexandre como uma estrela em ascensão que queria ajudar o Brasil no cenário internacional. Instrumentalizamos sua experiência no setor de regulamentação do governo e aperfeiçoamos seu inglês.

Resultado

Alexandre entrou no programa LLM de Stanford, sua primeira opção. Ele atualmente trabalha em uma firma de advocacia de Chicago e pretende voltar ao Brasil em cinco anos.

Também disponível em: enEnglish esEspañol